Terça-feira, 22 de Dezembro de 2009

Sendo esta época, para alguns, uma época de introspecção e projecção do futuro, deixo aqui algo que põe em perspectiva os nossos problemas enquanto espécie e, até, comunidade planetária. Crise, qual crise?! Aquecimento global. Em qual dos globos?! Disse-o este fim-de-semana e repito-o aqui: "Apenas me tranquiliza saber que somos tão inconsequentes."

Feliz Natal, seja como for que o comemorem, e próspero Ano Novo, são os desejos da gerência ao nosso vasto auditório. 

 



publicado por fblourido às 14:15 | link do post | comentar

Terça-feira, 15 de Dezembro de 2009

Em tempos, entre 1502 e 1578, existiu um Pedro Nunes que entenderia perfeitamente a Lei da oferta e da procura. O actual homónimo, Bastonário da Ordem dos Médicos, não a compreende, ou, quiçá, a compreenda bem demais.

 




publicado por fblourido às 17:26 | link do post | comentar | ver comentários (4)

Apre!

Ver com som. (via Arrastão)

 

MUTO a wall-painted animation by BLU from blu on Vimeo.



publicado por fblourido às 16:25 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Queres ver leitor que afinal somos todos palhaços ricos? O céu deve estar quase para aterrar nas nossas cabeças. Que País lixado este; é miserável.

 



publicado por fblourido às 14:22 | link do post | comentar | ver comentários (2)

 


Hoje ao fazer a viagem de mota para o escritório 'colou-se-me o Bendix'. Então não é que o santo que regula a temperatura, que não deve ser o S. Pedro porque esse está ocupado com a chuva, se lembrou de mandar vir três singelos grauzinhos para o pessoal curtir. Ui que bom, recomendo. E pensar que daqui para a frente é sempre a aquecer...



publicado por fblourido às 09:36 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Segunda-feira, 14 de Dezembro de 2009

 

 

Como destruir a sua imagem em uma lição. Se é para se fazer que se faça bem e sem falhas. Parabéns Mário; daqui, um grande bem haja.



publicado por fblourido às 18:04 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Sexta-feira, 11 de Dezembro de 2009

Infelizmente ando com pouco tempo mas, para o fim-de-semana, fica esta sugestão de blog a visitar. É de amigos que estão a viver uma aventura de vida. Hasta luego.



publicado por fblourido às 09:50 | link do post | comentar

Quarta-feira, 2 de Dezembro de 2009

 

Ando um pouco descontente com o meu País, ou com alguns que nele comigo habitam. Neste momento, está a chatear-me esta capacidade única de andarmos sempre cabisbaixos, a queixarmo-nos do nosso fado. Não sei porquê. Já cá ando há tempo suficiente para estar mais que habituado a isso. E estou, porém não deixa de me chatear. Quando iremos olhar para o futuro com aquele brilho no olhar de quem sabe o que quer, como quer, e para onde vai. Porque seremos, eternamente, o Povo que não se revê nas decisões tomadas por quem elegeu, criticando-as sem apresentar, normalmente, alternativas? Decisões normalmente previstas em programas de governo que se submeteram à voz do Povo? Afigura-se-me claro que devemos estar inoculados por um vírus que atingiu concentrações perigosas no organismo do Dr. Medina Carreira, a quem muito devemos, sem dúvida, mas que apresenta sintomas graves do dito agente infeccioso.
Infelizmente, e apesar de saber que somos capazes de coisas fantásticas como gestos de solidariedade de meter inveja a qualquer cruz ou lua vermelha, também somos caracterizados por coisas extremamente negativas, senão vejamos. Caracterizam-nos negativamente, a meu ver, generalizando, e de forma sumária, os seguintes adjectivos: invejosos, mentirosos, corruptos, mesquinhos, preguiçosos, iletrados, nhurros, cansados, doentes, infelizes, ingénuos, deprimidos, histéricos. Tento o exercício oposto, encontrar adjectivos que nos caracterizem positivamente e, com muito mais dificuldade, ocorre-me um número menor, muito menor, de adjectivos, vejamos: solidários, hospitaleiros, desenrascados, sentimentais. Enfim como imaginava, é-me mais difícil. Será culpa do meu léxico? É possível, embora não me pareça provável.
Bom, a minha tese é de que enquanto assim continuarmos, e tudo indica que será, infelizmente, por muito mais tempo, nunca sairemos enquanto Povo e País, da cepa torta. Essa é que é a questão de fundo, é aí que reside a solução para grande parte dos nossos problemas. Não são políticas económicas, fiscais, judiciais, avulsas, ou outras que, per si e artificialmente, resolverão os problemas, os problemas apenas serão resolvidos quando nos decidirmos a tal enquanto Nação, como desígnio nacional. É a mudança de paradigma cultural que nos poderá, alguma vez, retirar deste marasmo. Aludindo ao que escrevi acima é preciso, urgentemente, que aprendamos o que queremos, como o queremos e para onde vamos. Jorge tu é que tinhas razão.

 

Adenda: Não há teoria sem hipótese e corolário. Alterei a imagem inicialmente publicada que, embora tenha algum interesse, não vem tão o propósito como a que agora figura no inicio da posta, encontrada aqui.



publicado por fblourido às 14:48 | link do post | comentar | ver comentários (3)

 

 

 

Cumprido mais um sonho de petiz. Tenho o prazer de anunciar aos meus queridos leitores que sou o feliz proprietário de um CASIO DBC-32, em preto clássico (só agora vi que existem as outras cores e confesso que não desgostei de algumas). Sim, é verdade. Sempre quis ter uma daquelas monstruosidades da CASIO com máquina de calcular. Via-os no pulso dos mais velhos e ficava a pensar: "Eh pá, aquilo é muito fixe. Deve dar cá um jeitaço. Imagina cá o je a fazer contas por todo o lado com aquilo. Eh...". Infelizmente, experimentei o modelo mais antigo, que pensava gostar mais, e não me ficava muito bem. Acrescento apenas que esta incrível e peculiar maravilha da técnica tem a não despicienda capacidade de comunicar com o seu utilizador em treze idiomas e, vejam bem, armazenar a alucinante quantidade de vinte e cinco, sim leram bem, vinte e cinco contactos telefónicos. É, com certeza, uma das melhores compras que fiz nos últimos tempos. Valeu a pena a espera, principalmente porque o comprei por tuta-e-meia. Não satisfeitos, e por termos encontrado mais um ponto em comum, no que ao design diz respeito, comprámos o modelo mais antigo prá Mó. Esse então, como não é poliglota e tem falta de magnésio, foi por dois terços de tuta.



publicado por fblourido às 10:27 | link do post | comentar | ver comentários (1)

 

Via Jugular.



publicado por fblourido às 09:47 | link do post | comentar | ver comentários (1)

mais sobre mim
Dezembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


posts recentes

Boas Festas

Claque partidária.

Redenção

"O Dantas em génio nem ch...

"Think of RepRap as a Chi...

Zeitgeist

Isto é claramente, e cada...

Ups...

Boas festas

1', 2'...12'20'' de Músic...

arquivos

Dezembro 2011

Outubro 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

todas as tags

||
drupal stats
blogs SAPO
subscrever feeds