Sexta-feira, 19.02.10

Meu caro Sr. Silva, há outra coisa que um Presidente da República não pode fazer: é inventar tempos verbais novos, sem ser por decreto ou, pelo menos, avisar com alguma antecedência os restantes concidadãos. Mas já que assim é, prometo que, sempre que tenha oportunidade, tudo façarei para utilizar a nova gramática implementada por V. Exa..



publicado por fblourido às 09:20 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Quarta-feira, 20.01.10


Imagem gentilmente fanada daqui.


Se a tua "Verdade" é esta, fica com ela pá. Não conspurques o pessoal com essa "Verdade" abjecta e indigna de uma das casas da República. "Deslizes emocionais" tenho eu, e é em privado. Tu, enquanto especialista de comunicação política, e o Sr. Cavaco Silva, enquanto Presidente da República, podem ter tudo menos deslizes emocionais enquanto falam com jornalistas. Sabes bem que assim é. Retorna lá para o lugar negro e escuso de onde saiste; não ofendas o pessoal pá.



publicado por fblourido às 12:15 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Terça-feira, 12.01.10

Exmo. Sr. Presidente da República Portuguesa,

No seguimento da audiência que V. Exa. concedeu ao cidadão João Salgueiro, e verificada que está a sua disponibilidade para a audição de cidadãos em geral, venho requerer a V. Exa uma audiência para partilhar consigo, também eu (porque não?), alguns pensamentos que me assombram o espírito e desassossegam, na esperança de ficar mais aliviado.

Apesar de considerar que V. Exa. deixou de ser o meu Presidente, reconheço que, infelizmente, o continua a ser, relativamente aos Portugueses que ainda não o renegaram em absoluto e, oficialmente. Como tal, é na qualidade de cidadão da República Portuguesa que venho requerer a referida audiência. Não lhe tomarei demasiado tempo pois o que tenho a dizer a V. Exa. é pouco e simples. Quero apenas explanar a V. Exa. a razão (ões) porque penso que V. Exa. deve renunciar ao cargo que ocupa, de mais Alto Magistrado da Nação, garantindo assim, na minha opinião, o fim do pior mandato na Presidência da República durante a minha breve existência, e a possibilidade da República poder voltar a ter um Presidente capaz. Garanto, também, a minha disponibilidade para fazer estardalhaço e política rasteiro-miserável na Sala das Bicas, caso seja do agrado de V. Exa. ou uma espécie de pré-requisito para que a pretensão seja deferida, como parece que até aqui tem sido.

Desde já, agradeço a atenção e tempo tomado a V. Exa. e aproveito para lhe desejar um feliz e próspero Ano Novo.

Melhores cumprimentos,


Francisco Barrocas Lourido

Cidadão da República Portuguesa.

 



publicado por fblourido às 11:26 | link do post | comentar | ver comentários (4)

Quinta-feira, 15.10.09

Mantenho a minha opinião de que o discurso de Obama no Cairo, per si, quase justifica a atribuição do Nobel da Paz. No entanto, sublinho que se os responsáveis pela decisão hesitaram, é apenas legitimo que também a opinião pública se divida.

 



publicado por fblourido às 10:26 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Quinta-feira, 01.10.09

É a minha decepção pessoal com o Sr. Presidente da República, após os acontecimentos das últimas semanas ou meses, que motiva este post e, de resto, é o impulso que faltava à criação deste, há muito adiado, blog. Não que gostasse particularmente da pessoa em causa e tivesse ficado mais decepcionado por isso. Não se trata disso. Acontece que a partir do momento em que é eleito, apesar de não o ter sido com o meu voto, aquela pessoa é o meu Presidente, e o meu Presidente não se pode comportar da forma como o tem feito. Não ponho aqui, sequer, em causa os factos que deram origem a toda esta história porque são, em si mesmos, irrelevantes, alguns deles até inexistentes ou virtuais, como quiserem. Aquilo que me faz escrever este post é o receio que terei, a partir deste momento, relativamente a tudo o que esta pessoa possa fazer. É que eu sou Republicano, e a principal vantagem da República, relativamente à Monarquia é, a meu ver, esta: podermos escolher o nosso mais alto representante para que não nos calhe em sorte alguém inepto para o cargo. Pois não foi isso que aconteceu desta vez. A pessoa que o Povo elegeu revelou-se inepta. Não soube ser aquilo para que foi eleito: o garante da estabilidade do País. Não soube gerir uma simples (sim, simples) situação política, colocando o seu ego antes do interesse nacional, e disse, na sua declaração, coisas que, se não sabe, deveria saber que não são verdade. Se assim foi nesta situação que fará em situações mais graves, sob maior pressão? Pois não é assim que idealizo o meu Presidente e isto não é uma Monarquia.

O Sr. Aníbal Cavaco Silva, deixou de merecer a minha confiança e, estivéssemos num País mais atento a estas questões, teria deixado de merecer a confiança dos Portugueses na sua generalidade. Assim, deixou de reunir, a meu ver, as condições necessárias para continuar a representar o meu País e o seu Povo, devendo retirar as necessárias ilações e renunciar. Poderá continuar a ser Presidente, não renunciando, mas já não será o meu Presidente. Isto não é uma Monarquia em que os egos valem mais que o superior interesse da Nação.

 

P.S.- Peço que me perdoem o estilo um pouco naif do post. Penso e prometo que tudo irei fazer para melhorar.

 



publicado por fblourido às 10:23 | link do post | comentar

mais sobre mim
Dezembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


posts recentes

Eu nunca me engano e rara...

Ó Lima,

Carta aberta a Sua Excelê...

Afinal não era só eu...

República vs. Monarquia

arquivos

Dezembro 2011

Outubro 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

todas as tags

||
drupal stats
blogs SAPO
subscrever feeds