Quarta-feira, 28 de Abril de 2010

Ontem tudo corria como habitualmente, não muito bem, é certo, mas havia uma dinâmica de lenta recuperação, ou talvez de lenta agonia até à bancarrota. Seja como for, o que me traz aqui a escrever esta posta, é a revelação pessoal de que um País afinal já há muito que não o é. Um País é afinal de contas uma gigantesca empresa. Nós não controlamos nada no nosso País; a ideia de que tal acontece é pura ilusão. Quem nos controla são os accionistas do País, leia-se, os credores. Ontem, dizia, tudo corria como seria expectável para um País na nossa posição; lutávamos pela sobrevivência. Hoje continuamos a lutar, até porque a esmagadora maioria da população não liga ao bulício das mercados financeiros; a diferença essencial é que parece que hoje já não faz diferença se lutamos ou não. Porquê? Porque uma empresa (standard & poor's) do outro lado do Atlântico comunicou ontem que Portugal já não vale hoje o que valia ontem. É o que eles fazem, avaliam coisas; neste caso países. E, como tal, um País em que nada mudou desde o momento A, prévio à comunicação, até ao momento B, posterior à comunicação, passa a valer menos. Aqui coloca-se a analogia entre esta situação e a questão clássica sobre o que apareceu primeiro: o ovo ou a galinha?; Portugal vale, de facto, menos hoje que ontem ou assim acontece porque uma empresa disse que assim é? Mexem com a vida de uma Nação de almas de uma penada e dormem descansados; é assim, é o que eles fazem.



publicado por fblourido às 11:52 | link do post | comentar | ver comentários (4)

Terça-feira, 20 de Abril de 2010

 

Quem estudou Arquitectura tem que os conhecer, e ainda bem. Foi, de facto, um grupo que levou a cabo experiências interessantíssimas, nos domínio da Arquitectura e do Urbanismo e por isso foi reconhecido em 2002, tendo-lhe sido atribuída a Royal Gold Medal for Architecture. Quem não conhece a Walking City ou a Plug-in City, ambas de 1964, verdadeiras revoluções (revelações) na forma de olhar a cidade? Para quem gosta destes senhores, e não serão poucos certamente, aqui fica a referência.



publicado por fblourido às 11:07 | link do post | comentar | ver comentários (3)

Quinta-feira, 8 de Abril de 2010

Quando vi o vídeo pensei: "Mas que palhaços! Excelentes candidatos a "Mineralogista do Ano". Depois, resolvi investigar um pouco mais e compreendi então a genialidade dos senhores. É que eles vendem 'blenders', ou se quiserem em português, liquidificadoras, e mesmo com o  incomparável entusiasmo que o povo norte-americano tem pelas ditas 'blenders', concerteza não haverá coisa mais desinteressante que uma dessas máquinas. Então como chamar a atenção do mundo para uma coisa que não tem interesse absolutamente nenhum? Simples, associá-la a algo de que todos falam, mesmo que à revelia como deverá ser, certamente, o caso. Excelente case study de marketing. "Will it blend?" It certainly will, digo eu.



publicado por fblourido às 10:39 | link do post | comentar | ver comentários (1)

mais sobre mim
Dezembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


posts recentes

Boas Festas

Claque partidária.

Redenção

"O Dantas em génio nem ch...

"Think of RepRap as a Chi...

Zeitgeist

Isto é claramente, e cada...

Ups...

Boas festas

1', 2'...12'20'' de Músic...

arquivos

Dezembro 2011

Outubro 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

todas as tags

||
drupal stats
blogs SAPO
subscrever feeds